segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Falando sobre a carne vermelha

Uma pesquisa britânica que durou mais de doze anos, com mais de 61000 pessoas, divididas em três grupos, um grupo que consumia carnes vermelhas outro que cosumia somente peixes e não carne vermelha e outro que não consumia nem carne vermelha e nem peixes, vegetarianos, concluíram que o grupo que consumia carne vermelha foi o que desenvolveu maior número de casos de câncer, seguidos dos que eram vegetarianos e por último os que consumiam como carne somente peixes.

Então a solução seria deixar de comer carne vermelha pelo resto da vida? Caso você não seja um vegetariano, a resposta é NÃO. O risco de desenvolver câncer não está relacionado apenas ao consumo de carnes vermelhas e, sim, ao estilo de vida da pessoa e outros hábitos alimentares inadequados associados.

Pessoas sedentárias e que possuem uma alimentação inadequada (com baixa quantidade de fibras, verduras, frutas e cereais integrais) são mais propensas a desenvolver algum tipo de câncer quando comparadas a pessoas que praticam algum tipo de atividade física e possuem uma alimentação saudável. A ingestão de peixe também é capaz de aumentar a proteção contra o desenvolvimento do câncer, mesmo que elas continuem consumindo carne vermelha.

Apesar de o ser humano ingerir carne vermelha há milhares de anos, o que os cientistas acreditam que ocorra nos tempos atuais é que o consumo do alimento, juntamente com altos índices de gorduras e carboidratos, esteja elevando os riscos de doenças como o câncer de intestino.

Nenhum comentário: